Rumor do dia: AMD está desenvolvendo um Super Ryzen com 16 núcleos e 32 threads

21 de março de 2017 Comentário(s)
Rumor do dia: AMD está desenvolvendo um Super Ryzen com 16 núcleos e 32 threads
Shares 55

Um novo rumor envolvendo os processadores AMD Ryzen acaba de aparecer na internet. E dessa vez, é um dos grandes. Literalmente.

De acordo com o usuário FLCLimax do fórum Overclock, a AMD planeja lançar um novo processador de alto desempenho para combater os modelos top de linha Extreme da Intel (Xeon, Broadwell-E e Skylake-X).

O novo Ryzen teria 16 núcleos, 32 threads e seria compatível com memória quad-channel, assim como as CPUs da Intel. O preço também seria próximo, ou seja, algo na casa dos mil dólares.

O desempenho desse Super Ryzen também promete ser assombroso. Tudo em que os R7 são capazes de fazer muito bem, o novo fará muito melhor graças à arquitetura atualizada da AMD que, inclusive, diz ter “resolvido” os possíveis problemas de desempenho nos games.

O processador deve ter um tamanho avantajado, ou seja, ser duas vezes maior que os atuais e vir no formato LGA (sem pinos), seguindo o exemplo da Intel.

Mas será que é tudo isso mesmo?

Antes de acreditar totalmente nessa notícia é preciso ponderar sobre alguns aspectos: faz sentido a AMD criar um processador como esses? Faz sim, principalmente para competir em todos os mercados de igual para igual com a Intel.

A única parte que parece ser estranha no relato é a suposta melhora no desempenho em games, até porque pelo que já foi visto a culpa não é do Ryzen e sim dos games que não aproveitam a sua arquitetura de núcleos da melhor forma possível.

Sendo assim, isso não seria algo que a AMD pudesse exatamente corrigir já que não é um problema do processador e sim uma característica da arquitetura, como apontou o pessoal do ExtremeTech.

Além do mais, um processador com muitos núcleos deve rodar com clocks inferiores — ou aumentar muito o TDP. E sabemos que jogos tendem a se sair melhor em CPUs com mais clock por núcleo, pelo menos até agora.

Já no setor de computação, servidores e força bruta — em que o Ryzen já se mostrou incrivelmente poderoso — esse novo processador promete ser um monstro em desempenho e pode sim superar a Intel por aqui.

Por mais que fiquem essas dúvidas no ar, devemos ter notícias desse novo processador ali pelo meio do ano, no período da Computex. Até lá, muita novidade ainda deve pintar por aqui.

Fonte(s): ExtremeTech

Notícias Relacionadas

Comentários

Entrei no mundo dos computadores em 1987. Fui redator e editor do TecMundo e do TecMundo Games e sou completamente apaixonado por games, tecnologia e negócios.