Processador AMD Ryzen 5 anunciado oficialmente: feito para jogos

16 de março de 2017 Comentário(s)
Processador AMD Ryzen 5 anunciado oficialmente: feito para jogos
Shares 43

A AMD anunciou a nova safra de processadores AMD Ryzen 5 e promete produtos excepcionais para os jogos chegando ao mercado a partir do dia 11 de abril.

A família Ryzen 5 terá produtos com 4 e 6 núcleos com SMT ativado, ou seja, serão de 8 a 12 threads de processamento para o mercado intermediário.

Um dos focos da AMD com o Ryzen 5 são os jogadores. O Ryzen 7 chegou oferecendo um desempenho incrível em aplicações multi-thread, mas não superou a Intel nos games em Full HD. A tarefa do Ryzen 5 é assumir a liderança nesse segmento e passar à frente dos Core i5.

Uma família, vários modelos

O Ryzen 5 1600X é o modelo mais poderoso da linha 5. Ele conta com 6 núcleos e 16 threads. Além do mais, ele roda com clocks que variam de 3,6 GHz a 4,0 GHz em modo boost com TDP de 95 W. O preço inicial para o modelo nos Estados Unidos é de US$ 249, a mesma faixa de preço de seu competidor principal o Core i5 7600K.

O modelo seguinte é o Ryzen 5 1600 que também conta com 6 núcleos e 12 threads, e chega com clock base de 3,2 GHz e turbo de 3,6 GHz. O custo será US$ 219.

O próximo é o Ryzen 5 1500X, o primeiro modelo quad-core da família. Serão 8 threads e clocks que variam de 3,5 GHz a 3,7 GHz em modo turbo. Tudo isso por US$ 189.

O Ryzen 5 1400 também possui 4 núcleos e 8 threads e vem com clock base de 3,2 GHz e boost de 3,4 GHz por US$ 169.

Como já foi dito antes, todos os processadores da família Ryzen são destravados para overclock.

Durante o vídeo de demonstração, a CEO Lisa Su deixou claro que essa linha de processadores é direcionada aos jogos e promete fazer isso muito bem.

O nicho “mainstream” é geralmente onde está o dinheiro, pois oferece os produtos com maior custo x benefício. Se a AMD conquistar o trono nessa categoria, certamente estará mais segura daqui pra frente.

Ficha técnica – processadores AMD Ryzen

Comentários

Entrei no mundo dos computadores em 1987. Fui redator e editor do TecMundo e do TecMundo Games e sou completamente apaixonado por games, tecnologia e negócios.