Microsoft finalmente encontrou um jeito eficiente de combater a pirataria no Windows 10

9 de março de 2017 Comentário(s)
Microsoft finalmente encontrou um jeito eficiente de combater a pirataria no Windows 10
Shares 26

O Windows é o sistema operacional oficial dos computadores. Mesmo que o Linux se esforce com builds excelentes e muito amigáveis como o Ubuntu, ele consegue, no máximo, superar o Windows Vista — e por uma margem bem pequena.

Isso resulta, é claro, em uma excelente fonte de renda para a Microsoft que vende milhões de licenças para o mundo todo.

Porém, como se sabe, a pirataria é suprema e de acordo com algumas pesquisas chega a quase 60% no mundo todo, chegando a quase 90% em países como a Indonésia.

Quando lançou o Windows 10, o sistema passou boa parte do tempo sendo gratuito para todos, bastava ter uma licença anterior para receber uma atualização gratuita para o novo sistema operacional.

Alguém precisa pagar pelo sistema

A empresa nunca fez muita questão de combater a pirataria com força justamente porque mesmo que a pirataria seja alta, o volume de usuários honestos é suficiente para render um bom dinheiro para a empresa, principalmente em serviços.

Acontece que no Windows 10 a empresa começou a testar novas formas de receita com o Windows, que é a preferida de todos na internet: a publicidade.

Aos poucos o sistema operacional começou a exibir anúncios na tela bloqueada, sejam eles da própria MS ou de terceiros, via Windows Store.

A novidade agora é que o Windows 10 também começou a exibir banners de publicidade dentro dos aplicativos, como o Windows Explorer.

O explorador de arquivos de algumas pessoas já exibe anúncios como esse da imagem, sugerindo a assinatura do armazenamento na nuvem OneDrive, da própria Microsoft.

 

Sinal dos tempos

É bem provável que a Microsoft passe a oferecer cada vez mais produtos de forma gratuita para usuários finais, mas como a empresa não é uma entidade filantrópica como Bill Gates, ela precisa gerar receita.

E essa receita, vindo em forma de publicidade, é uma forma equilibrada de manter as contas em dia e manter os computadores sempre atualizados e mais seguros.

No final, todo mundo ganha, certo?

Todo mundo, menos quem realmente pagou por uma licença do Windows. Quem investiu pesado e honestamente no sistema operacional não deveria pagar por quem utiliza a versão gratuita.

Nesses casos, a publicidade deveria ser seletiva como já acontece em vários softwares por aí.

Se você quiser a versão gratuita, terá banners promocionais. Se pagar pela licença, eles são removidos.

Como desativar esses anúncios

Existe uma maneira de desativar esses anúncios, mas ela também desativa alguns serviços do Windows 10.

Basta acessar o Windows Explorer e clicar em Exibir > Opções > Alterar opções de pasta e pesquisa > Modo de Exibição e desmarcar a caixa “Mostrar notificações do provedor de sincronização.

Vale lembrar que esse anúncio (e outros) ainda não aparecem para todos os usuários. Se algum desses aparecer no seu computador, não deixe de comentar!

Fonte(s): ExtremeTech

 

Comentários

Entrei no mundo dos computadores em 1987. Fui redator e editor do TecMundo e do TecMundo Games e sou completamente apaixonado por games, tecnologia e negócios.